Os métodos contraceptivos são utilizados não só para evitar gravidez e sim para prevenir doenças sexualmente transmissíveis e é por isso que e de suma importância que pesquise sobre os métodos e escolha com responsabilidade. Aqui estão algumas possibilidades desses métodos na ordem de maior sucesso para a menor.

O implante anticoncepcional é o método de maior eficácia que temos no mercado. Ele tem a taxa de sucesso de 99,95% mas o maior problema e que ele não está disponível nos hospitais públicos, o valor deve ficar entorno de 700 reais.

Esse implante libera lentamente o hormônio progesterona na sua corrente sanguínea e além disso ele é colocado debaixo da pele, geralmente na parte debaixo do braço. É preciso aplicar anestesia local e o procedimento dura apenas de 2 a 3 minutos.

Para aquelas mulheres que não tem o abito de se lembrar de tomar a pílula da na hora certa a solução é tomar o anticoncepcional injetável. A taxa de sucesso dele é de 99,7% além disso a sua aplicação pode ser intramuscular ou subcutânea que na maioria das vezes é administrado pelo ginecologista ou por algum enfermeiro.

Assim como o método contraceptivo injetável a pílula também possui o 99,7% de sucesso porém a grade falha dele é culpa das próprias mulheres. Como as pessoas tomam ele de forma errada a sua eficácia cai para 92%.

A camisinha masculina costuma ser o método mais utilizados pelas pessoas justamente por ter fácil acesso a ela e não possuir contraindicação apensar de algumas poucas pessoas desenvolverem alergia ao látex (material usado na sua produção). A camisinha possui 98% de sucesso.

Algo que as mulheres costumam utilizar é o método da tabelinha. Esse método se resume em calcular qual é o período fértil da mulher. Para conseguir fazer esse cálculo basta você marcar em um calendário o 1° dia de menstruação agora conte desse 1° dia ao 9° e marque eles no calendário em verde.

Do 10° dia ao 19° marque no calendário em vermelho, do dia 20° até a próxima menstruação marque em verde também. Conclusão, o seu dia fértil e entre o 10° ao 19° depois da sua menstruação.

O problema desse método é que mesmo o cálculo estando certo ainda sim a chance de ter uma margem de erro e grande, sua porcentagem de eficácia e de 95% porém se o cálculo for feito de maneira errada a taxa cai para 75%.

Comments are closed.

Post Navigation